(41) 3244-6844 | FALE CONOSCO

Notícias

SEST / SENAT PR

Entidade investe em simulador de direção e contribui para trânsito mais seguro

13.12.2016

O número de vítimas em acidentes de trânsito subiu 3,2% em 2014, segundo os dados mais recentes divulgados nesta segunda-feira (12) no Retrato da Segurança Viário. A quantidade de feridos também cresceu 5,9% no mesmo período. O resultado vem após uma queda entre 2012 e 2013 de 5,7% no número de mortes.

No mesmo dia em que esses números foram divulgados, a unidade de Curitiba do SEST SENAT (Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte), fez um evento para lançar o Simulador de Direção, que proporciona vivências que não podem acontecer nos testes reais, e com isso, ajuda na prevenção de acidentes de trânsito.

O lançamento faz parte do projeto “Simulador de direção SEST SENAT – Eficiência e Segurança no Trânsito”, que tem como meta capacitar 50 mil motoristas de caminhão, carreta e ônibus, no período de três anos em todo o país.

“Com o auxílio do simulador, o motorista pode percorrer cenários como estradas não pavimentadas, vias rurais, asfalto molhado, além de se deparar com situações de risco, como animais na pista, pessoas correndo e aquaplanagem”, explica o instrutor do SEST SENAT, Alex Silva.

A direção segura e eficiente é fundamental para a redução do número de acidentes e mortes no trânsito e para a economia de combustível. Outra vantagem é o menor custo de manutenção dos veículos e do impacto ao meio ambiente. “Além de contribuir para a segurança, o treinamento com os simuladores será importante para a redução de custos dos transportadores”, afirma o diretor da Federação de Transporte de Passageiros dos Estados do Paraná e Santa Catarina (Fepasc) e supervisor do SEST SENAT, Roberto Teixeira.

Instalado há poucos dias em Curitiba, o simulador ganhou uma sala específica para o treinamento na sede do SEST SENAT, no Boqueirão. A nova infraestrutura utiliza recursos de alto padrão tecnológico e didático, com sistema de som e imagens. O conteúdo dos cursos aborda temas como condução segura e econômica, situações de risco, manobras, uso de tecnologias embarcadas, aperfeiçoamento de motoristas para o transporte de passageiros e cargas especiais.

No total, serão investidos R$ 41,56 milhões no projeto que contempla as principais cidades do Brasil. Dentro do investimento também está o desenvolvimento de cursos, horas técnicas de manutenção, capacitação de instrutores e proposta pedagógica. Cada simulador custa, em média, R$ 692,7 mil.

A previsão é que até junho de 2017, todos os 60 simuladores estarão instalados nas unidades do SEST SENAT espalhadas pelo Brasil. “O simulador de Londrina, por exemplo, está terminando de ser instalado, e em 2017, as unidades do SEST SENAT de Foz e Ponta Grossa receberão também o equipamento”, finaliza Roberto.

Sobre a Fepasc
A união de dez sindicatos patronais forma a Federação das Empresas de Transporte de Passageiros dos Estados do Paraná e Santa Catarina, a Fepasc. Representando aproximadamente cem empresas de transporte, a entidade abrange vários segmentos: rodoviário urbano, metropolitano, intermunicipal, interestadual e de fretamento e turismo. Por representar um número expressivo de empresas, a Fepasc possui uma cadeira no Conselho de Representantes da Confederação Nacional do Transporte, com isso as demandas do Paraná e de Santa Catarina são expostas e representadas em âmbito nacional.

Sobre o SEST SENAT
O Serviço Social do Transporte (SEST) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SENAT) são entidades civis, sem fins lucrativos. Elas foram criadas a partir de um processo de conscientização do setor e de entidades sindicais. As entidades têm se firmado como substanciais colaboradores para o desenvolvimento do setor de transporte do país, atuando na formação e na qualificação de profissionais para o mercado, aptos às novas tecnologias e às complexas formas de trabalho. O SEST SENAT está presente em todos os estados brasileiros.